O urbano em questão: reflexões Críticas

Capa do livro “O urbano em questão: reflexões Críticas”

Saiu a lume o livro “O urbano em questão: reflexões Críticas” organizado por Angela Michele Suave, docente do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Humano e por Kátia Hale dos Santos, professora da Universidades de Santo Amaro, e Rodrigo Dantas Bastos, Assessor Jurídico em legislação urbanística da Prefeitura do Município de São Bernardo do Campo.

A temática abordada emerge da análise da sociedade e de suas questões atuais que são resultado de um processo sócio-histórico. Identifica-se a necessidade de enfrentar os problemas urbanos oriundos da desigualdade da nossa condição sócio histórica por meio da compreensão da sociabilidade capitalista e para tanto exige-se uma análise crítica dessa realidade que foi o objetivo da composição e publicação deste livro composto por resultados de pesquisas nessa direção.

De acordo com Terezinha Ferrari, prefaciadora do livro, professora do Centro Universitário Fundação Santo André e pesquisadora e escritora nas áreas de Sociologia do Trabalho, Filosofia da Técnica, Desenvolvimento e Planejamento Urbano-cultural:

“Os artigos dessa coletânea que agora vem a público vão debater as cidades brasileiras, a relação entre campo e cidade, as chaves analíticas de diversos autores que se debruçaram sobre estas e outras questões. É proposta dos organizadores ampliar criticamente o debate, sem deixar de identificar que a mundialização capitalista industrial-financeirizada vem impondo grande concentração de milhares/milhões de pessoas nas cidades em situação precária. Assim, os artigos aqui reunidos sinalizam os problemas urbanos como oriundos dessa condição sócio-histórica e seus autores se dispõem a enfrenta-los a partir do desnudamento da natureza dessa mesma sociabilidade. Esse reconhecimento pressupõe, primeiro, a crítica aos limites da esfera política imediata exclusivamente de cunho eleitoral, segundo, aos planejamentos que criam programas e processos que padronizam os problemas e impõem suas pseudo-soluções técnicas, terceiro, às pesquisas teórico-abstratas que ficam circunscritas ao universo acadêmico. A proposta sugerida pelos organizadores é a de ultrapassar tais limites para atuar também no campo prático-político discutindo reflexões críticas capazes de incentivar novas pesquisas e estudos de modo a sustentar e amadurecer outra inserção política de todos e todas que estejam envolvidos na superação efetiva da totalidade dos problemas sociais provocados pela sociabilidade do capital”

O livro foi publicado pela Editora LiberArs e as vendas estão sendo realizadas pelo endereço: https://www.liberars.com.br/o-urbano-em-questao

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Tenho Interesse







    Skip to content