Etnobotânica e Representação Social nas Comunidades Tradicionais

Professores

Marcos Roberto Furlan

Título do projeto

Etnobotânica e Representação Social nas Comunidades Tradicionais

Objetivos

Considerando o principal questionamento sobre como os atores de uma comunidade tradicional representam o seu conhecimento da flora e como este se relaciona com o local em que atuam, os objetivos do trabalho são: caracterizar o perfil dos atores, em termos sociodemográficos e de atividades na comunidade, avaliar a percepção dos atores sobre a sua atuação na comunidade e Identificar e descrever os saberes construídos por estes atores.

Fundamentos teóricos

A proposta deste trabalho se fundamenta na hipótese de que o indivíduo fornecedor das informações sobre os usos da flora se relaciona com o seu grupo. Esta relação é construída a partir da demonstração do conhecimento individual herdado de várias gerações.
Este indivíduo possui características que o diferenciam dos demais quanto ao tema, e sua influência no grupo é significativa a ponto de estar diretamente relacionada com o bem estar de todos.
Os conceitos relacionados à etnobotânica são essenciais na condução deste trabalho, pois consideram aspectos históricos da comunidade, aspectos sociais do indivíduo gerador da informação e formas de obtenção das informações.

Metodologia

Grupos a serem estudados.

Os grupos a serem estudados são moradores de áreas rurais, sendo considerados os que detém o conhecimento sobre o uso das plantas medicinais de sua comunidade.
O trabalho também pode ser aplicado em outros grupos, como, por exemplo, os diferentes profissionais da saúde.

Classificação da pesquisa.

Esta pesquisa classifica-se quanto aos objetivos, como exploratória e descritiva; quanto à abordagem do problema, como qualitativa e quantitativa.
A pesquisa do tipo exploratória se faz necessária, considerando que proporciona maior familiaridade com o problema, a fim de torná-lo explícito ou mesmo para construir hipóteses, de acordo com Gil (2002). m Triviños (2009).
A abordagem quantitativa será empregada a partir do tratamento estatístico de dados secundários originados.
A abordagem qualitativa será empregada em todo o trabalho, entretanto destaca-se a utilização da Técnica de análise de conteúdo, definida por Bardin (2011) como […] um conjunto de técnicas de análise das comunicações visando obter por procedimentos sistemáticos e objetivos de descrição do conteúdo das mensagens indicadores (quantitativos ou não) que permitam a inferência de conhecimentos relativos às condições de produção/recepção (variáveis inferidas) dessas mensagens.
Quanto ao levantamento de informações sobre as plantas citadas, serão aplicadas as seguintes fórmulas:
Índice de importância relativa das plantas utilizadas – Para obter a importância relativa das espécies utilizadas quanto ao número de informantes que a citaram e a concordância dos usos citados, serão selecionadas as plantas citadas no mínimo por 5 informantes e definida a porcentagem de concordância quanto aos usos principais (CUP), para cada espécie.

Os cálculos serão baseados no trabalho de DIAS (1999), calculados da seguinte forma:

a) Cálculo da porcentagem de concordância quanto aos usos principais para cada espécie (CUP)
CUP= número de informantes que citaram os usos principais/ número de informantes que citaram o uso da espécie x 100
Em seguida o valor encontrado será multiplicado por um fator de correção levando-se em consideração a popularidade da planta em relação a espécie mais citada.

b) Cálculo do fator de correção (FC):
FC= número de informantes que citaram a espécie/ número de informantes que citaram a espécie mais citada.

c) Cálculo da porcentagem de concordância corrigida (CUPc):
CUPc= CUP x FC
O calculo da importância relativa das espécies será baseado no trabalho de DIAS (1999). Este cálculo busca avaliar a importância relativa das espécies utilizadas na comunidade local e baseia-se no número de informantes que citaram a espécie e o grau de concordância entre as informações, determinando-se a porcentagem de concordância quanto aos usos principais (CUP), para cada espécie.

Sugestões de temas relacionados ao projeto que podem ser desenvolvidos

• Estudos relacionados às Representações Sociais dos indivíduos que transmitem o saber tradicional
• Representações Sociais dos indivíduos da comunidade
• Representações sociais do conhecimento tradicional sobre a flora
• Levantamento etnobotânico com relação ao uso das plantas

Download destas informações [PDF]
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Candidatos aprovados – Processo Seletivo 2021

Candidatos aprovados no processo seletivo do Mestrado em Desenvolvimento Humano: formação, políticas e práticas sociais –2021 (ordem alfabética) NomeAmanda dos Reis Velloso FranciscoAna Paula Cursino

Tenho Interesse







    Skip to content