Docente do Mestrado em Desenvolvimento Humano participa de missão do Projeto Rondon

A Universidade de Taubaté já participou de muitas missões do Projeto Rondon com seus docentes e discentes. Em 2022 foram duas missões e a Profa. Wendry Maria Paixão Pereira, docente do Programa de Mestrado em Desenvolvimento Humano participou de uma delas e faz aqui o relato dessa experiência.

O Projeto Rondon é uma iniciativa interministerial, coordenada pelo Ministério da Defesa, com o objetivo contribuir com o desenvolvimento da cidadania nos estudantes universitários, bem como estimular a produção de projetos coletivos locais e desenvolver a responsabilidade social dos estudantes. É o maior projeto extensionista do Brasil, e em particularmente um sonho da época de aluna da fisioterapia.

Esse sonho a Universidade de Taubaté me proporcionou em 2022, como docente. Foi uma experiência inimaginável para alguém apaixonada pela saúde coletiva e pela extensão. Afinal fazer parte de um projeto tão grandioso me fez sentir valorizada profissionalmente e me auxiliou a conhecer outras realidades do nosso país.

A operação ocorreu na Região Norte, mais precisamente no Amapá, na cidade de Calçoene. A equipe foi formada por seis alunos das áreas de biociências e humanas, acrescida de dois professores de fisioterapia.

A preparação para viagem teve duração de um semestre. Levamos em nossas malas oficinas e atividades focadas em cultura, direitos humanos e justiça, educação e saúde para a pequena comunidade do Amapá e trouxemos em nossa bagagem o amor e o carinho com que a população nos recebeu, as experiências e trocas que tivemos com os colegas do Sul e a comunidade, e por fim, a força, a luta e a determinação de cada calçoenense.

Não tenho como mensurar tudo que vivi nos quinze dias de julho, na Operação Rondon Amapá. É notório que no percurso tivemos dificuldades que foram superadas, entretanto os resultados positivos fortaleceram a vontade de sempre se dedicar mais, afinal, é tão bom ver que, com tão pouco, já fazemos a diferença na vida das pessoas e elas nas nossas.

Aprendi com o Rondon que os contextos de todos são importantes e que a grande beleza de tudo está justamente nas diferenças! O crescimento e desenvolvimento profissional sob a ótica humana e social vale a pena!

Afinal, o Rondon foi muito mais do que eu esperava, e hoje desejo que cada aluno tenha um Rondon na vida para sentir o que realmente é ser brasileiro. O Rondon é uma verdadeira lição de vida e de cidadania, momento que ensinamos um pouco e aprendemos muito.

Profa. Dra Wendry Maria Paixão Pereira

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email

28/08 18h – Tempos sombrios: a democracia em pauta

Seminário interdisciplinar
Tema: TEMPOS SOMBRIOS: a democracia em pauta

Com Rafael Gaspar Hoffmann – Faculdade Santo Antônio
Guilhermo Codazzi da Costa – Jornal OVale
Rachel Duarte Abdala – Universidade de Taubaté
Francisco Estefogo – Universidade de Taubaté

Tenho Interesse







    Skip to content